Jornal N9ve - segunda edição

Encontro Samuel Andrade num café na Zona Sul da cidade, perto de onde ele mora. Aos 53 anos, o cartunista já recebeu diversos prêmios de charge e cartum, tem dois livros próprios e mais quatro em parceria com o autor Ricardo Melo, entre outros trabalhos. Agora ele segue se dedicando mais a sua empresa SamuCartum e ao projeto Salão Internacional de Humor Gráfico de Pernambuco (SIHG-PE), que tem sua terceira edição prevista para 30 de outubro. As inscrições dos trabalhos seguem até dia 13 de agosto, pelo site sihg.org. O tema deste ano é...

Um retrato da vida no mar por pescadores de Brasília Teimosa

Pescadores não possuem porto certo. Existe aquele que é mais próximo do endereço fixo, é claro, mas onde o barco puder navegar, onde puder ser ancorado, é lugar de pescador. Dois dias no mar, dois na terra, até se preparar para a próxima partida, durante a maré cheia. Vai-se quando sabe que não ficará encalhado, volta-se quando o caminho é possível, sem grandes bancos de areia. É a principal regra: não ficar encalhado. Quem tiver embarcações maiores, pode passar mais dias, mas a maioria das...

O que mudou nos 20 anos da Lei de Direito Autoral

Criada para proteger a criação artística, a lei ainda enfrenta desinformação, críticas de autores e se vê diante de anacronismos em tempos conectados. Qual a relevância do copyright nos dias de hoje? O pincel desliza sobre a tela, a caneta sobre o papel e os dedos sobre o instrumento. Seja boa ou ruim qualquer criação está protegida independentemente de registro. Ou melhor, seu criador está. Foi o que definiu a Constituição de 1988 que, ao redigir sobre a igualdade de direitos (o artigo quinto)...

Livros em formato de e-book ainda engatinham no Brasil

O mercado de livros digitais não está consolidado no país. Perspectivas sobre o tema ainda são tomadas de subjetivismos devido a falta de dados mais concretos Que livros podem transportar seus leitores para outros universos cheios de mistérios e aventuras, todos sabem. O que a maioria ignora, porém, é que o próprio universo de publicação e venda de livros constitui um mistério por si só. Considerando o alto nível de achismos e subjetividade que envolve um mercado, o silêncio por parte de algo...

Clubes de Leitura trazem à tona as vozes e letras do feminino - Diversão - Diversão - Diversão

A voz sai do corpo, instrumento que não pode ser ignorado. É por esse canal que ressoam o tempo e as experiências que o construíram e transformaram. O corpo marca um lugar de fala só por existir. Ser ouvida, reconhecida e mesmo considerada, entretanto, não faz parte de uma condição natural. Por isso, grupos, movimentos, selos e coletivos são formados. Há dois anos aportava no Recife o grupo de leitura que questionava o que estava em nossas estantes – por que liamos muito mais homens que mulheres?

Mercado Eufrásio Barbosa deve ser reaberto ao público em outubro

A primeira fase das obras do Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, deve ser finalizada em novembro deste ano. Esta etapa inclui a conclusão do hall de entrada, do Teatro Fernando Santa Cruz, das salas de exposição e administração e os 22 boxes de artesanato, que ainda não estarão ocupados. O funcionamento dessas salas, e consequentemente o acesso ao público, dependem da finalização da compra da subestação de energia (necessária para garantir o funcionamento elétrico no local)...

Sem fronteiras, o frevo completa 110 anos

O frevo não tem fronteiras, apenas princípio. Seu berço é Pernambuco e seu alcance, universal. Exaltado no Carnaval, o frevo completa 110 anos nesta quinta-feira (9). E as comemorações não serão poucas. Mesmo assim, quem vive a música e o passo sabe que os desafios persistem. Contudo, há também retrocessos. O concurso de frevo, obrigatório por lei, não ocorre desde 2013, quando o último CD do projeto foi lançado. “Assim, os compositores não tem ocasião para mostrar as criações. Mas ainda compõe...

O inflamável teor das favelas

A Via Mangue da Torre tem cerca de um quilômetro de extensão. Margeada pelo Rio Capibaribe, ela começa perto do Carrefour, passa pela ponte do Parque de Santana e termina na Avenida Professor Estevão Francisco da Costa, em frente ao Parque Liberdade, na Vila Santa Luzia. O percurso não é asfaltado nem prioriza velocidade e carros – muito pelo contrário, por ali se encontra lixo, becos sem iluminação e barracos. Ela começou a existir em julho de 2008 quando a antiga comunidade de barracos e lama...
Close